10 de dezembro de 2019

Bosch e Mercedes-Benz anunciam consórcio para a criação de centro de testes em Iracemápolis

Início das obras está previsto para o primeiro semestre de 2020; investimento é de R$ 70 mi


Por Redação Educadora Publicado 02/12/2019
Divulgação/Mercedez-Benz/Bosch

A Mercedes-Benz e a Bosch anunciaram nesta segunda-feira (2), em São Paulo, um consórcio para a criação de um novo centro de testes veiculares na cidade de Iracemápolis. O centro vai ser construído no campo de provas da Mercedes-Benz que já existe na cidade. O local de testes vai ser utilizado para ensaios com automóveis comerciais leves, motos e máquinas agrícolas.

Antes da ampliação, o centro era utilizado apenas para testes em caminhões e ônibus da Mercedes. Agora, poderá ser alugado por montadoras e fabricantes de autopeças. O investimento na área é de R$ 70 milhões e será dividido entre as duas companhias.

O início das obras está previsto para o primeiro semestre de 2020, com previsão para ser inaugurado em 2021. A estrutura vai contar com um total de 21 pistas de testes, numa área de 400 mil metros quadrados.

Entre os benefícios para o setor automotivo está a facilitação para o desenvolvimento de veículos equipados com sistemas de assistência ao condutor, que podem diminuir o risco de acidentes no trânsito, por exemplo, de acordo com informações divulgadas pelas assessorias de imprensa da Mercedes e da Bosch.

Além das pistas, a estrutura terá disponível boxes de oficina de protótipos e escritórios individuais. O empreendimento vai ampliar a gama de testes veiculares no Brasil. A estrutura é similar às disponíveis em países como Alemanha, Estados Unidos, China e Japão.

Iracemápolis

A fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis foi inaugurada em 2016, e o campo de provas, em 2018. O local de testes possui, atualmente, 16 pistas, sendo 14 para testes de durabilidade estrutural, uma para testes de conforto acústico e térmico e uma de terra. O complexo de Iracemápolis é o maior do Hemisfério Sul.

Texto: Roberto Gardinalli