09 de August de 2020

Após anúncio na Educadora, família reencontra homem desaparecido

Ouvinte entrou em contato com "A Voz do Povo" para falar de idoso, morador em Americana


Por Carlos Gomide Publicado 10/01/2020

Familiares de Nicodemos Barbosa da Silva, de 63 anos, moradores em Americana, vieram à Limeira, durante a noite desta sexta-feira (10), após serem acionados pelo Centro de Acolhida Municipal de Limeira. Nicodemos, tido como desaparecido há seis dias, foi localizado em um posto de combustíveis, na rodovia que liga Limeira a Piracicaba, perto da rotatória da Hípica.
O setor municipal foi acionado pela reportagem da Educadora, após um frentista, que trabalha no local, ligar para o programa “A Voz do Povo” desta sexta-feira, relatando o drama vivido pelo homem. O funcionário do local alegou que o homem dormia no posto e que, durante os dias, ele saia para pedir dinheiro em vias próximas.
Como portava documentos, Nicodemos foi facilmente identificado e, pelo trabalho dos servidores municipais, a família foi localizada e avisada do paradeiro do idoso. Foi o sobrinho dele, o serralheiro Heber da Silva Barbosa , de 40 anos, que o reencontrou na noite desta sexta-feira, no Centro de Acolhida, da rua Capitão Bernardes e Silva.

À reportagem, o serralheiro disse que o tio sofre com o uso de entorpecente e de depressão. “Quando ele toma os remédios, é uma excelente pessoa, mas quando resolve cessar o tratamento, ele fica assim”, alegou o homem. Não é primeira vez que Nicodemos desaparece. Ele já havia sumido e foi encontrado 2 meses depois, em Boituva. “Dessa vez, ele disse que iria ver os filhos no Nordeste, nem se fosse a pé”, concluiu o serralheiro.