20 de novembro de 2019

Neymar diz que Davi Lucca foi chamado de “filho de estuprador”

De acordo com o Jornal Nacional de quinta (14), Davi Lucca, filho do jogador de futebol, tem sofrido com a recente polêmica envolvendo o pai e a suposta vítima.


Por Redação Educadora Publicado 14/06/2019
Reprodução

Acusado de agressão e estupro pela modelo Najila Trindade, Neymar Jr. prestou depoimento em uma delegacia de São Paulo, na quarta-feira (13). De acordo com o Jornal Nacional de quinta (14), Davi Lucca, filho do jogador de futebol, tem sofrido com a recente polêmica envolvendo o pai e a suposta vítima.

Conforme Neymar, o herdeiro — fruto de seu relacionamento com Carol Dantas — já sofreu ofensas na escola. Chamado de “filho de estuprador”, o garoto de 7 anos teria até faltado às aulas após o episódio. Em depoimento, ainda, o atacante do Paris Saint-Germain deu detalhes do que teria acontecido entre ele e Najila.

Segundo a reportagem, Neymar confirmou tapas que a modelo alega ter recebido durante encontro com o jogador num hotel em Paris, na França. De acordo com o acusado, a modelo teria atendido a um pedido dele na hora do sexo. Sobre fotos que ele supostamente tirou sem autorização da jovem, Neymar declarou que houve, sim, consentimento.

Nas declarações, disse ainda que havia tomado somente uma dose antes do encontro, portanto não chegou “bêbado e drogado” no quarto, como Najila apontou. Segundo Neymar, a transa foi toda realizada com camisinha, que ele descartou no vaso sanitário. O jogador afirmou que é adepto ao uso do preservativo para garantir sua carreira e não ficar exposto a doenças sexualmente transmissíveis.