24 de junho de 2019

Corpo do modelo que morreu após desmaio em desfile é velado em Manhuaçu

Tales Cotta, de 25 anos, morreu neste sábado (27), após desmaiar enquanto desfilava na São Paulo Fashion Week (SPFW)


Por Redação Educadora Publicado 29/04/2019

O corpo do modelo Tales Newton Gomes Alvarenga Soares, o Tales Cotta, de 25 anos, começou a ser velado na manhã desta segunda-feira (29) na Capela Velório do Hospital César Leite, em Manhuaçu, cidade da Zona da Mata de Minas Gerais onde Cotta nasceu.

Tales morreu neste sábado (27) após desmaiar enquanto desfilava para a marca Också na 47ª edição da São Paulo Fashion Week (SPFW).

O enterro está marcado para as 17h no Cemitério Municipal de Manhuaçu.

Segundo o boletim de ocorrência do caso, o modelo teve ‘morte súbita sem causa determinante aparente’. Somente um laudo necroscópico deverá apontar o que causou a morte. O agente de Cotta, Rogério Gomes da Silva, declarou à polícia que o modelo “teve um mal-estar e veio a cair na passarela, tendo uma convulsão”.

Heloisa Cotta, mãe de Tales, afirmou durante o velório que o filho não tinha qualquer tipo de doença, era uma pessoa saudável que fazia exames periódicos e se preocupava com a saúde. Após o desmaio, no sábado, Cotta foi levado de ambulância para um hospital, mas, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde, o modelo chegou sem vida à unidade médica.

A organização da semana de moda da capital paulista informou, por meio de nota, que Tales teve um mal súbito durante desfile, caiu na passarela e foi imediatamente atendido. Ele chegou a ser socorrido, mas a morte foi confirmada no começo da noite. Os desfiles da semana de moda previstos continuaram após a morte do modelo.

As informações são do portal G1 Minas Gerais.