17 de outubro de 2019

Chega a 12 o número de mortes provocadas pelo incêndio no hospital Badim

Havia 103 pacientes e 226 funcionários no local quando o incêndio começou. Do total, 54 pacientes seguem internados, assim como dez colaboradores e familiares


Por Redação Educadora Publicado 16/09/2019
Erica Martin/AM Press

Morreu nesta segunda-feira (16) o 12º paciente que estava internado no Hospital Badim, no Rio, durante o incêndio de grandes proporções que atingiu o local na quinta-feira (12).

A paciente tinha sido transferida do Badim para o hospital Copa D’Or e morreu na manhã desta segunda.

O hospital é privado e faz parte da rede D’Or São Luiz. Havia 103 pacientes e 226 funcionários no local quando o incêndio começou. Do total, 54 pacientes seguem internados, assim como dez colaboradores e familiares.

“Ressaltamos que todos os esforços e dedicação das equipes médicas envolvidas foram empenhados para a recuperação da paciente, assim como tem sido feito diariamente no atendimento prestado”, diz trecho de comunicado do hospital.

Além da morte, o hospital informou que uma funcionária deu entrada na noite deste domingo (15) no Copa D’Or com “sintomas possivelmente decorrentes do incêndio”.

Conforme o Badim, a evolução do quadro clínico dos pacientes, colaboradores e familiares que deram entrada nas unidades hospitalares do estado está em acompanhamento.

A maioria das vítimas morreu por inalação de fumaça, mas há casos em que as mortes foram decorrentes do desligamento de aparelhos com a queda da energia elétrica, segundo a diretora de perícia do IML, Gabriela Graça.

O Corpo de Bombeiros foi acionado às 17h50 de quinta e enviou 12 veículos e agentes de quatro quartéis ao edifício, que foi tomado por uma fumaça preta e espessa, como mostram imagens gravadas por quem passava pela região. Na manhã de sexta, o cheiro de queimado ainda era forte no local.