29 de outubro de 2020

Candidato a prefeito no Maranhão é acusado de matar ex-prefeito que era seu pai

A polícia chegou a conclusão que Manoel Mariano , de 78 anos, foi morto com um disparo dado à queima-roupa, a uma distância entre 5 cm e 30 cm


Por Redação Educadora Publicado 18/10/2020
Foto: Reprodução Redes Sociais

O empresário Júnior do Nenzim, como é conhecido Manoel Mariano de Sousa Filho, se candidatou a prefeito de Barra do Corda, no Maranhão, cargo esse que seu pai, Nenzim, já assumiu por três mandatos. Manoel é acusado de ter matado seu próprio pai em 2017, e atualmente disputa um cargo contra seu irmão, Rigo Teles (PV), que tem campanha apoiada por um terceiro irmão, Pedro, que é acusado de homicídio de um líder sem-terra em 1998.

A polícia chegou a conclusão que  Manoel Mariano , de 78 anos, foi morto com um disparo dado à queima-roupa, a uma distância entre 5 cm e 30 cm. Na manhã do dia em que Manoel morreu, Júnior foi até a casa do pai pegá-lo para conversar com um advogado da família. O homem apareceu morto horas depois. O filho nega o crime.