15 de agosto de 2020

Ministério Público pede que Prefeitura proíba Internacional de treinar em Limeira

Em recomendação enviada ao prefeito Mario Botion (PSD) nesta quarta-feira (1º), Promotoria citou o fato de Limeira ter voltado a fase 1 (vermelha) do Plano São Paulo


Por Danilo Janine Publicado 01/07/2020
Foto: Divulgação/Internacional de Limeira

O Ministério Público de Limeira recomendou que prefeito Mario Botion (PSD) proíba a Internacional de Limeira de treinar na cidade enquanto o município permanecer na fase 1 (vermelha) do Plano de São Paulo de combate ao novo coronavírus. Em documento enviado ao Edifício Prada na tarde desta quarta-feira (1º), o promotor de Defesa da Saúde Pública, Rafael Pressuto, recomenda que a proibição tenha validade enquanto a cidade permanecer na fase 1 e que o time de Limeira realize seus treinamentos em municípios que não estejam classificados nesta fase.

No documento, o MP também orienta que a Prefeitura fiscalize o cumprimento da decisão e que se pronuncie em um prazo de 48 horas. A Promotoria não descarta tomar outras providências caso seja necessário.

Conforme mostrou a Educadora, os times paulistas voltaram a realizar os chamados treinos com bola nesta quarta-feira. Antes disso, o Leão já vinha realizando atividades físicas, mesmo sem autorização do Poder Público.

Segundo a nova classificação do Plano São Paulo divulgada pelo governo do Estado, as regiões mais próximas onde a Inter poderia treinar é a VII – de Campinas (fase 2, laranja) e regiões da Grande São Paulo (fases 2, laranja; e 3, amarela).

Questionada, a Prefeitura de Limeira respondeu, através de nota enviada pela Secretaria de Comunicação Social, que a recomendação ainda não está no Departamento Jurídico e que, quando chegar, irá analisá-la junto a decreto estadual, que, segundo o governo Botion, permite os treinos das equipes de futebol em qualquer fase.

A Educadora também questionou a Internacional sobre a recomendação do MP, mas até o fechamento desta reportagem não obteve retorno.

Leia abaixo, na íntegra, a nota da Prefeitura de Limeira:

A Secretaria de Assuntos Jurídicos informa que a recomendação ainda não está no Jurídico, mas explicou que assim que o documento chegar, irá analisar frente ao Decreto Estadual que permite os treinos em qualquer fase, além de um acordo da Federação Paulista de Futebol com o Governo Estadual, junto ao Tribunal Regional do Trabalho, para liberação dos treinos.