16 de setembro de 2019

Carille comemora tri: ‘Não sei se sou bom técnico, mas sou abençoado’

Carille assumiu o Corinthians em 2017, foi campeão paulista e depois brasileiro. No ano seguinte levantou mais uma vez o Estadual e foi para o futebol árabe durante o Nacional.


Por Estadão Conteúdo Publicado 21/04/2019
Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O técnico Fábio Carille, ainda no gramado em Itaquera após a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, comentou sobre o feito histórico de ter levado o Corinthians ao tricampeonato paulista consecutivo. Presente nas outras duas conquistas estaduais anteriores, o treinador evitou rebater críticos sobre o futebol defensivo da equipe.

“Não tem mais mistério. É o trabalho do dia a dia. Não sei se sou bom técnico, mas sou abençoado. Oscilamos bastante, mas alguma coisa fizemos de bom para ficar com o título”, comentou o comandante.

Carille assumiu o Corinthians em 2017, foi campeão paulista e depois brasileiro. No ano seguinte levantou mais uma vez o Estadual e foi para o futebol árabe durante o Nacional. Ele voltou em dezembro para tentar reestruturar uma equipe que lutou contra o rebaixamento.

Junto com Carille vieram 11 reforços. A equipe oscilou bastante ao longo da competição e passou sufoco para avançar das quartas e da semifinal. No entanto, o futebol defensivo mostrou que dá resultado e o Corinthians é tri.

“A gente tem que melhorar muito, propor mais e com o tempo vai conseguir melhorar. São 23 jogadores trabalhando comigo. Estou muito feliz com mais essa conquista”, comemorou o treinador.

Herói da conquista da Libertadores em 2012, Emerson Sheik também festejou a sua primeira conquista como dirigente do Corinthians, no qual hoje ocupa o cargo de gerente de futebol. Após se aposentar dos gramados no ano passado, disse: “Feliz pra c…”, desabafou. “Muito mais difícil ver o jogo como dirigente”, complementou.