13 de julho de 2020

Árbitro de polêmica em Brusque x Sport apitará São Paulo x Corinthians no sábado (15)

Na quarta-feira (12), no interior de Santa Catarina, ele apitou a vitória do Brusque por 2 a 1 sobre o Sport, resultado que eliminou o clube pernambucano logo na primeira fase da Copa do Brasil


Por Estadão Conteúdo Publicado 13/02/2020
Divulgação/Brusque Futebol Clube

O clássico do próximo sábado (15) entre São Paulo e Corinthians,  no Morumbi, será apitado por um árbitro jovem e que esteve envolvido em uma partida polêmica neste meio de semana: Douglas Marques das Flores, de apenas 34 anos, foi o nome apontado para o confronto da sexta rodada do Campeonato Paulista.

Na quarta-feira (12), no interior de Santa Catarina, ele apitou a vitória do Brusque por 2 a 1 sobre o Sport, resultado que eliminou o clube pernambucano logo na primeira fase da Copa do Brasil. Douglas tomou uma decisão acertada no final da partida, mas a demora para adotá-la causou bastante confusão.

Aos 49 minutos do segundo tempo, Elton chegou a marcar o segundo gol do Sport, com o árbitro inicialmente validando o lance e o auxiliar Fabrini Bevilaqua Costa correndo para o centro do campo. Os jogadores do Brusque protestaram, o juiz foi conversar com o bandeirinha e anulou o gol, apontando infração do atacante, que havia mandado a bola com o braço para o gol.

Douglas é jovem, mas já apitou um clássico paulista. Foi no ano passado, o empate sem gols entre Corinthians e Santos, em Itaquera, pela primeira fase do Estadual. Também trabalhou como árbitro em quatro jogos do Brasileirão de 2019, além da decisão da Copa São Paulo entre o Vasco e o São Paulo, que faturou a taça.

Em 2020, além do duelo entre Sport e Brusque, foi apontado para dirigir três partidas do Paulistão antes do clássico de sábado: Água Santa 0 x 2 Novorizontino, Guarani 2 x 1 Santo André e Ponte Preta 0 x 1 Palmeiras.

No Morumbi, Douglas terá Danilo Ricardo Simon Manis e Neuza Ines Back como auxiliares. E Ilbert Estevam da Silva foi definido como quarto árbitro do duelo entre dois times em fase irregular.

A escalação de Douglas para o clássico se dá, também, após algumas polêmicas de arbitragem em partidas recentes de São Paulo e Corinthians. No empate por 1 a 1 do clube do Morumbi com o Novorizontino, o árbitro Flávio Roberto Mineiro Ribeiro tomou quatro decisões cruciais erradas: anulou dois gols legais do São Paulo por impedimentos que não ocorreram e deixou de marcar dois pênaltis para o time. Foi, então, afastado pela Federação Paulista de Futebol.

No domingo (9), no triunfo do Santo André por 2 a 1 sobre o São Paulo, no Bruno José Daniel, o primeiro gol do time da casa foi irregular, pois Ronaldo estava impedido na origem da jogada, o que não foi percebido pelo árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araújo.

Na última quarta-feira, o Corinthians reclamou da atuação de Néstor Pitana no seu triunfo por 2 a 1 sobre o Guaraní, resultado que eliminou o time na segunda fase preliminar da Copa Libertadores. O time reclama da falta marcada para o time paraguaio no lance do gol que eliminou a equipe paulista e também do critério adotado para a distribuição de cartões.