06 de abril de 2020

Aos 88 anos, ex-goleiro Valdir Joaquim de Morais morre em Porto Alegre

Ex-arqueiro palestrino estava internado na emergência do Hospital Moinhos de Vento desde a madrugada da última terça-feira (7)


Por Redação Educadora Publicado 11/01/2020
Arquivo/Sociedade Esportiva Palmeiras

O eterno goleiro palmeirense Valdir Joaquim de Morais (defendeu o Verdão entre 1958 e 1968) faleceu no início da tarde deste sábado (11), aos 88 anos, em Porto Alegre-RS, cidade onde nasceu e também onde residia. O ex-arqueiro palestrino estava internado na emergência do Hospital Moinhos de Vento desde a madrugada da última terça-feira (7), após passar mal. O quadro de Valdir piorou e seu falecimento foi confirmado há algumas horas por falência múltipla dos órgãos.

Desde 2016, Valdir de Morais estava debilitado devido ao fato de ter sofrido um AVC. Em 2017, o guarda-metas fraturou o fêmur e passou a ficar de cama. O estado do emblemático personagem do futebol brasileiro, no entanto, se agravou nos últimos meses, sendo que ficou ainda mais crítico nas últimas semanas.

O corpo do ídolo palmeirense será velado no Cemitério São Miguel e Almas, no domingo (12), das 8h30 às 16h e, em seguida, será cremado.

Valdir de Morais deixa a esposa Yvonne Carvalho de Morais, de 87 anos, com quem foi casado por sete décadas, os filhos Renato Carvalho de Morais, 64 anos, e Denise Carvalho de Morais, de 59. Seus netos – ambos filhos de Renato – são Danny Morais (atualmente jogador do Santa Cruz, de 34 anos) e Suanny Morais, de 37. Além disso, Valdir tinha cinco bisnetos: Bernardo, Matheus e Henrique (filhos de Danny Morais); além de Sofia e Thomás (filhos de Suanny)

VALDIR COM A CAMISA 1 DO VERDÃO

Jogos: 480
Vitórias: 291
Empates: 93
Derrotas: 96
Títulos: Campeonato Paulista em 1959, 1963 e 1966; Campeonato Brasileiro em 1960, 1967 (Torneio Roberto Gomes Pedrosa) e 1967 (Taça Brasil); Torneio Rio-São Paulo em 1965

Nome: Valdir Joaquim de Morais*
Nascimento: 23/11/1931
Falecimento: 11/01/2020
Naturalidade: Porto Alegre-RS
Período: 1958 a 1968
Clube anterior: Renner-RS
Posição: Goleiro
Jogos: 480 (291 vitórias, 96 empates e 93 derrotas)
*Seu verdadeiro nome termina com Morais, mas ficou conhecido como Moraes por engano.

DADOS
Estreia: Palmeiras 7×1 Ituano (28/09/1958)
Último jogo: Palmeiras 0x2 Estudiantes-ARG (16/05/1968)
Principais títulos: Campeonato Paulista em 1959, 1963 e 1966; Campeonato Brasileiro em 1960, 1967 (Torneio Roberto Gomes Pedrosa) e 1967 (Taça Brasil); Torneio Rio-São Paulo em 1965