27 de janeiro de 2020

Libertadores de 2020 terá quatro grandes de SP pela primeira vez

Não é inédito que haja quatro paulistas em uma Libertadores, mas é a primeira vez em que se reúnem os grandes do estado na disputa


Por Folhapress Publicado 05/12/2019
Argentinian Estudiantes de La Plata’s team captain Juan Sebastian Veron is seen reflected in the trophy as he kisses it after winning the Libertadores Cup final football match against Brazil’s Cruzeiro at Mineirao stadium in Belo Horizonte, Brazil on July 15, 2009. Estudiantes won 2-1. AFP PHOTO/EVARISTO SA

A Copa Libertadores de 2020 será a primeira da história com a participação dos quatro grandes clubes paulistas. Na noite de quarta-feira (4), o Corinthians assegurou sua presença na fase preliminar, enquanto o São Paulo cravou ida direta à fase de grupos da competição.

Em rodadas anteriores, Palmeiras e Santos já haviam obtido sua classificação para a principal competição sul-americana, também à etapa de grupos.

Não é inédito que haja quatro paulistas em uma Libertadores, mas é a primeira vez em que se reúnem os grandes do Estado na disputa. Em 2005, Palmeiras, São Paulo e Santos tiveram a companhia do Santo André. Em 2006, o Paulista, de Jundiaí, esteve ao lado de Corinthians, Palmeiras e São Paulo.

Ao todo, o Brasil terá oito representantes na competição no próximo ano. Além do Flamengo, que defenderá o título, e dos já citados Palmeiras, Santos e São Paulo, entrarão na fase de grupos Athletico-PR, campeão da Copa do Brasil, e Grêmio, quinto colocado do Brasileiro.

A vaga derradeira, reservada ao oitavo na tabela do Nacional, ficará entre o Internacional, com 54 pontos e a um compromisso de encerrar sua participação na competição, e o Goiás, que soma 49 e tem dois jogos para disputar – o primeiro deles nesta quinta (5), contra o Palmeiras.