25 de fevereiro de 2020

Olimpíada ainda tem ingressos à venda para o público brasileiro

Dois setores, os mais caros, ainda estão disponíveis para a cerimônia de encerramento: o B, que custa 183 mil ienes (quase R$ 7.000), e o A, que sai por 226 mil ienes (R$ 8.600)


Por Folhapress Publicado 24/01/2020
Foto: Divulgação/Tóquio 2020

Quem quiser ir ao Japão para assistir aos Jogos Olímpicos, mas ainda não comprou ingresso, ainda tem algumas alternativas de modalidades com lugares disponíveis à venda.

Não é o caso da cerimônia de abertura, um dos momentos mais aguardados dos Jogos, mas sim da cerimônia de encerramento, marcada para o dia 9 de agosto, no Estádio Olímpico de Tóquio. Dois setores, os mais caros, ainda estão disponíveis: o B, que custa 183 mil ienes (quase R$ 7.000), e o A, que sai por 226 mil ienes (R$ 8.600).

Para o público brasileiro, os tíquetes são comercializados pela empresa Match e podem ser adquiridos no site da revendedora.

Dos ingressos ainda disponíveis, o mais barato é para ver as finais do tiro esportivo feminino ou da prova mista de triatlo. Cada uma das entradas para esses eventos sai por 4.800 ienes (R$ 182).

No futebol, só a disputa da medalha de bronze das mulheres, em Kashima (cidade a pouco mais de 100 km de Tóquio), ainda tem lugares.

Também restam ingressos para ver saltos ornamentais, provas de atletismo, finais de basquete, canoagem, ciclismo de estrada, esgrima, ginástica rítmica, handebol, hipismo, judô, levantamento de peso, luta olímpica, polo aquático, remo, rúgbi de sete, softbol, tênis e vela.