10 de dezembro de 2019

Natália Gaudio brilha no individual geral e fatura o bronze na ginástica rítmica

O Brasil conquistou dois pódios na ginástica rítmica neste sábado nos Jogos Pan-Americanos


Por Ana Paula Rosa Publicado 03/08/2019

O Brasil conquistou dois pódios na ginástica rítmica neste sábado nos Jogos Pan-Americanos, que estão sendo disputados em Lima, no Peru. O País foi medalha de bronze tanto no conjunto quanto no individual geral com Natália Gaudio, que ficou atrás apenas das norte-americanas Evita Griskenas, dona do ouro, e Camilla Feelley, medalhista de prata.

O bronze de Natália Gaudio teve momentos dramáticos. Em seu último aparelho, ela tirou a nota que a deixaria empatada com a brasileira Barbara Domingos. O bronze ficaria com uma das duas e no desempate (soma das execuções), Natália ganharia por uma margem mínima de 0,050 pontos.

Às pressas, sua técnica fez um pedido de revisão e sua nota poderia ser aumentada ou até diminuída. Houve tentativa de cancelar o pedido, pois o lugar no pódio estava garantido no desempate, mas já era tarde. No final, a nota foi mantida e ela conquistou o bronze no individual geral, à frente de Babi, que foi a quarta colocada.

A seleção de conjunto, formada por Beatriz Linhares, Camila Rossi, Déborah Medrado, Nicole Pircio e Vitória Guerra, obteve a medalha de bronze também, atrás de México (ouro) e Estados Unidos (prata). A equipe nacional é totalmente renovada e tem média de idade de 17 anos. O grupo cometeu erros na prova de 3 arcos e 2 pares de maças e acabou perdendo a chance de ser campeão.

Neste domingo serão disputadas mais três finais. Às 18 horas (de Brasília) começam as disputas por aparelho individual (arco e bola). Barbara Domingos estará nos dois aparelhos, enquanto que Natália Gaudio disputará apenas a final do arco. Já às 20 horas serão as finais por aparelho conjunto (cinco bolas).