10 de dezembro de 2019

Messi vê fim mais perto, mas quer ‘vários anos’ de carreira após 6ª Bola de Ouro

Aos 32 anos, atacante afirmou que já vê a hora de parar mais perto no horizonte


Por Estadão Conteúdo Publicado 03/12/2019
Reprodução/Twitter

Dono agora de seis troféus de Bola de Ouro, o tradicional prêmio entregue pela revista France Football, o craque argentino Lionel Messi reconheceu na noite de segunda-feira (2), em Paris, que apesar de ter 32 anos já vê a hora de parar mais perto no horizonte e, por isso, pediu a Deus “mais vários anos” de carreira.

“Há 10 anos recebi a minha primeira Bola de Ouro aqui em Paris. Tinha 22 anos e tudo o que eu estava vivendo era impensável. Dez anos depois, me coube receber o prêmio em um momento totalmente diferente, com minha esposa e meus três filhos”, disse o astro argentino do Barcelona após receber o troféu das mãos do croata Luka Modric, do Real Madrid, ganhador da edição do ano passado.

“Agora parece que o tempo voa e que tudo passa muito rápido. Espero continuar desfrutando do futebol, dos rivais, da minha família e de tudo o que tenho para viver”, prosseguiu Messi durante o discurso de agradecimento.

O craque também afirmou que em todos esses anos de carreira nunca parou “de sonhar, de continuar a querer crescer, a melhorar e a aproveitar o futebol”. “É o que eu amo desde que eu tinha um ou dois anos e Deus queira que eu tenha mais vários anos”, declarou.

Depois do discurso no palco do Teatro Châtelet, Messi conversou mais um pouco com os jornalistas e admitiu que mal consegue curtir os reconhecimentos como a Bola de Ouro devido ao ritmo intenso das competições. “O dia a dia não me deixa nem parar pra desfrutar de tudo o que consegui. No futuro, quando terminar (a carreira) e tiver tempo, verei o que consegui e os prêmios que pude conquistar, mas hoje tudo acontece tão rápido que não dá pra aproveitar porque já é preciso pensar no próximo jogo”, contou.