24 de outubro de 2019

Hostilizado pela torcida, Neymar faz gol no fim e dá vitória ao PSG sobre o Lyon

Em cobrança de escanteio no segundo tempo e durante a comemoração do gol do triunfo, Neymar foi alvo de objetos atirados pela torcida. O atacante ainda saiu vaiado nos acréscimos


Por Redação Educadora Publicado 22/09/2019

Apesar dos rumores sobre sua saída do Paris Saint-Germain no começo desta temporada, o atacante Neymar voltou a decidir uma partida para o time da capital francesa neste domingo. Jogando fora de casa, o brasileiro suportou a pressão da torcida do Lyon e garantiu a vitória do PSG por 1 a 0, deixando sua marca no fim do jogo, válido pela sexta rodada do Campeonato Francês.

Em cobrança de escanteio no segundo tempo e durante a comemoração do gol do triunfo, Neymar foi alvo de objetos atirados pela torcida. O atacante ainda saiu vaiado nos acréscimos. Nada que tenha apagado o brilho de sua atuação, coroada com o tento decisivo após bela jogada dentro da área adversária.

No final de semana passado, em seu primeiro jogo pelo PSG nesta temporada 2019/2020, Neymar também marcou o gol que definiu a vitória por 1 a 0 sobre o Strasbourg, pelo Francês. Naquela ocasião, em seu retorno ao time parisiense após fracassar em sua tentativa de se transferir ao Barcelona, o craque brasileiro foi vaiado e hostilizado pelas torcidas organizadas do próprio PSG antes, durante e depois da partida, mas não se intimidou e marcou um golaço nos acréscimos para decidir o jogo.

O brasileiro, que no meio de semana não pôde atuar na vitória por 3 a 0 sobre o Real Madrid na estreia na Liga dos Campeões por estar suspenso, articulou neste domingo as principais jogadas em um confronto equilibrado e foi premiado com o golaço aos 42 minutos do segundo tempo, deixando o PSG na liderança do torneio nacional com 15 pontos, três a mais que Angers e Nice.

Protagonista durante toda a partida, Neymar finalizou no alvo em cinco oportunidades e foi parado por duas defesas fundamentais do bom goleiro português Anthony Lopes.

Azar dos donos da casa, comandados pelo brasileiro Sylvinho, ex-auxiliar de Tite na seleção brasileira. O Lyon, aliás, completa cinco jogos sem vencer (duas derrotas e três empates), estaciona nos oito pontos e fica na nona posição.

Apesar da derrota, o time mandante, que contou com os brasileiros Marcelo e Thiago Mendes, também teve seus momentos no movimentado confronto. Só no primeiro tempo, foram 20 finalizações de ambos os clubes, mas as redes não balançaram. Embora o Lyon tenha mostrado vontade, o PSG foi mais perigoso.

Na segunda etapa, o ritmo caiu, mas os visitantes seguiram ameaçando, liderados por Neymar. Depois de muita insistência, o gol finalmente saiu: o brasileiro recebeu passe do meia argentino Ángel Di María na área, escapou da marcação e bateu cruzado de esquerda para superar o arqueiro português. Foi a consagração do atacante no jogo, marcado pela hostilidade ao craque da seleção.

Em outro jogo válido pela sexta rodada do Francês neste domingo, o vice-líder Angers recebeu o Saint-Ettiene e goleou por 4 a 1. O atacante Rodrigue Ninga, do Chade, foi o destaque, com três gols. Rennes e Lille também se enfrentaram neste domingo, mas a igualdade prevaleceu no placar: 1 a 1.