18 de setembro de 2019

Apartamento de Najila Trindade tem indícios de invasão; proprietário nega

"Ninguém entrou no prédio além da empregada", afirmou o dono do apartamento


Por Folhapress Publicado 06/06/2019

Pessoas próximas de Najila Trindade, a mulher que acusa Neymar de estupro, relataram indícios de arrombamento no apartamento onde ela mora, em um prédio na Zona Sul de São Paulo. Acionados, a administradora do imóvel e o condomínio checaram e não confirmam a informação.
Segundo relatos, a funcionária que trabalha no apartamento de Najila chegou para trabalhar e logo em seguida procurou o porteiro do prédio alegando que a porta estaria arrombada.
Os relatos indicavam que a invasão poderia ser interna – alguém de dentro do condomínio poderia ter forçado a porta. “Não parece assalto, mas algo feito dentro do condomínio”, disse uma pessoa próxima.
O proprietário do local Marcus Vinícius Picconi, que mora na Espanha, foi procurado e disse que apareceram marcas de chave de fenda na porta, mas “com as marcas do jeito que estão, não dá para arrombar”. Ele afirmou ainda que a empregada costuma deixar a porta aberta.
“Não houve (arrombamento). A empregada deixa a porta destrancada frequentemente (vizinha confirma). Ninguém entrou no prédio além da empregada”, afirmou o dono do apartamento que recebeu a informação do condomínio e da administradora.
O incidente, no entanto, aumenta a sensação de insegurança que Najila tem relatado nos últimos dias. Desde que o escândalo veio à tona, a modelo deixou o apartamento onde mora na Zona Sul de São Paulo. O local virou alvo de jornalistas que passaram a fazer plantão nas redondezas em busca de informação.
Ao Buzzfeed, ela disse: “Minha vida está um inferno. Tá um inferno e eu nem consigo ir à delegacia prestar queixa do meu apartamento que foi arrombado. Eu não sei o que fizeram lá, entendeu?”, escreveu ao site.