Morre homem que teve 60% do corpo queimado durante incêndio em Piracicaba

Grávida segue em estado grave na Unidade de Queimados da Santa Casa de Limeira


VARIEDADES
Por equipe
Quinta, 25 de janeiro de 2018 às 10:47
Morreu nesta quarta-feira (24) o homem que teve 60% do corpo queimado em um incêndio a uma casa no Centro de Piracicaba (SP). Anderson Aparecido Ventura, de 27 anos, estava internado no Hospital dos Fornecedores de Cana (HFC), que confirmou o óbito em decorrência dos ferimentos. O caso foi registrado na Polícia Civil como tentativa homicídio qualificado.

A outra vítima, uma mulher grávida de 27 anos, segue internada em estado grave na Unidade de Queimados da Santa Casa de Limeira (SP), para onde foi transferida na terça-feira (23). O incêndio ocorreu às 11h40 de segunda (22) em um imóvel da Avenida José Michelleti.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros voltava de outro atendimento quando passou pela avenida e viu algumas pessoas gritando por socorro. Eles atenderam às vítimas e solicitaram apoio de outras unidades para apagar o incêndio. A grávida teve 40% do corpo queimado. O combate às chamas durou três minutos.

Investigação
Segundo o boletim de ocorrência, registrado como tentativa de homicídio qualificado - já que o homem morreu após o registro - uma testemunha de 36 anos informou que ouviu gritos de socorro e percebeu que havia fumaça na casa. Quando chegou próximo ao imóvel, viu dois homens correndo do local do crime.

Outra testemunha ouvida foi o inquilino do imóvel, de 44 anos. Ele afirma que deixou as duas vítimas, que não moravam lá, passarem a noite na casa. O homem também relatou que estava em um quarto quando começou o incêndio.

A Polícia Civil busca imagens em prédios da região em que ocorreu o incêndio para tentar identificar as pessoas citadas por uma das testemunhas.

Informações: G1 Piracicaba/ Foto: Carol Giantomaso