Ator de ‘Glee’, Mark Salling é achado morto após acusação de pedofilia

Mark ficou conhecido na comédia musical Glee, na qual atuou por seis temporadas, entre 2009 e 2015


VARIEDADES
Por equipe
Quarta, 31 de janeiro de 2018 às 11:09
Mark Salling, ator famoso por sua participação na série Glee, foi encontrado morto no leito de um rio em Sunland, na Califórnia, nos Estados Unidos. Ele esperava a sentença por posse de pornografia infantil. As informações foram obtidas e divulgadas pelo site TMZ. Segundo o portal, a polícia trabalha com a hipótese que Mark tenha cometido suicídio. O advogado do ator confirmou à Associated Press que ele morreu nesta terça-feira, 30, porém não informou a causa da morte.

O ator fechou um acordo judicial e esperava a sentença após declarar culpa, em outubro de 2017, nas acusações de posse de pornografia infantil. A sentença estava estimada entre quatro e sete anos de prisão, além de ter que passar 20 anos após o confinamento sob supervisão e acompanhamento psiquiátrico.

Polêmica
Mark Salling nasceu o 17 de agosto de 1982 em Dallas (Estados Unidos) e foi criado em "um estrito meio cristão", segundo contou em uma entrevista. Ficou conhecido na comédia musical Glee, na que interpretou Noah Puck Puckerman ao longo das seis temporadas, entre 2009 e 2015. Além disso, lançou dois álbuns. Durante a gravação da série, em 2013, foi denunciado por agressão sexual por uma mulher que alegou que o ator manteve relações com ela sem proteção, apesar de ela ter pedido para que ele usasse um preservativo. Depois de se tornar pública sua detenção, o ator não voltou a trabalhar nem conseguiu participar de projetos televisivos ou cinematográficos.