"Saidinha": Cerca de 30 mil presos serão liberados nesta semana

Detentos devem deixar as prisões entre os dias 20 e 22 de dezembro para o Natal e Ano Novo


POLÍCIA
Por equipe
Segunda, 18 de dezembro de 2017 às 11:27
Cerca de 30 mil homens e mulheres que estão presos no regime semiaberto no Estado de São Paulo devem ser beneficiados com a saída temporária de fim de ano para que possam passar Natal e Ano Novo em liberdade.

Entre eles estarão Suzane von Richthofen, condenada por mandar matar os próprios pais e Anna Carolina Jatobá, que cumpre sentença pelo assassinato de sua enteada Isabella Nardoni. O número representa 13,2% do total de presos mantidos sob custódia do Estado.

Em 1º de dezembro deste ano, Secretaria da Administração Penitenciária contabilizou a população carcerária de São Paulo em 227.317 pessoas. Os presos devem deixar as prisões entre os dias 20 e 22 de dezembro e retornar entre 3 e 5 de janeiro do ano que vem.

Os beneficiados com a "saidinha" serão monitorados pelas forças de segurança do Estado sem auxílio de tornozeleiras eletrônicas. Desde 2010 que os aparelhos não são utilizados nas saídas de presos nas festas de fim de ano.

Oliveira Jr.

Comando Sertanejo Educadora