Pastor é preso suspeito de abuso sexual contra garota de 11 anos

Segundo a polícia, crime foi descoberto depois que ele tentou seduzir outra menina, de 12 anos


POLÍCIA
Por equipe
Quinta, 04 de janeiro de 2018 às 11:54
Um pastor de 77 anos foi preso nesta quarta-feira (3) suspeito de abusar sexualmente de uma garota, de 11 anos, em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Civil, os crimes, negados por ele, eram cometidos no condomínio onde eles moravam e foram descobertos depois que outra menina, de 12 anos, também foi assediada. No entanto, ela relatou o caso ao padrasto, que passou a monitorar o idoso e o denunciou.

De acordo com o delegado Maurício Passerini, responsável pelo caso, a menina contou que era abusada na residência do pastor há pelo menos quatro meses, sendo o último episódio em dezembro do ano passado. Ele oferecia doces para ganhar sua confiança. Ela disse que não contou nada antes por medo.

"Um dia ele tentou investir também na garota mais velha, que contou ao seu padrasto. Ele então passou a observar as atitudes do pastor e viu quando a criança de 11 anos saia da casa do pastor", disse o delegado ao G1.

As famílias, que frequentam a igreja onde o pastor realizava os cultos, foram a delegacia e denunciaram o caso. Conforme Passerini, foi solicitado um mandado de prisão, deferido pelo Poder Judiciário no último dia 22 de dezembro.

No entanto, ao saber que era investigado, o pastor fugiu. "Ele disse que foi passar as festas de fim de ano na casa de parentes em Planaltina (DF). Mas acreditamos que ele estava fugindo", afirmou o delegado.

O pastor, que é casado, foi preso próximo a casa do único filho, também em Luziânia. Na ocasião, ele negou os crimes.

O idoso está detido no presídio da cidade. Ele responderá pelos crimes de estupro de vulnerável contra a garota mais velha e importunação ofensiva ao pudor conta a mais velha. Se condenado, pode pegar uma pena que varia entre 8 e 15 anos.

Informações: G1 Goiás/ TV Anhanguera