Campanha de orientação sobre a distribuição de medicamentos é lançada pelo programa “Aqui Tem Farmácia Popular”


NOTÍCIAS
Por equipe
Quinta, 28 de dezembro de 2017 às 17:35
A Prefeitura de Limeira iniciou uma ampla campanha informativa, com a distribuição de panfletos e cartazes explicativos sobre a distribuição de medicamentos pelo programa “Aqui Tem Farmácia Popular”. A partir de 1º de janeiro, nove medicamentos para hipertensão, diabetes e asma (segue lista abaixo) deverão ser retirados somente nas farmácias inseridas no programa do Governo Federal. A campanha também está nas emissoras de rádio, TV e nos canais oficiais da prefeitura. No site www.limeira.sp.gov.br/farmaciapopular é possível acessar o mapa com geolocalização de todas as farmácias populares e identificar o local mais próximo para retirar o medicamento. “É determinação do governo Mario Botion que a comunicação pública seja de qualidade e abrangente. A campanha está sendo divulgada em todas as mídias para que a informação chegue rapidamente aos usuários”, explicou o secretário de Comunicação Social, Antonio Peres.

Uma reunião também foi realizada com representantes da Associação de Farmácias e Drogarias de Limeira (AFAL) e com todos os estabelecimentos que participam do programa “Aqui Tem Farmácia Popular” para orientações sobre as etapas da campanha e uso do material de comunicação. “Os usuários poderão solicitar estes itens na farmácia ligada ao programa do Governo Federal mais perto de sua casa. A medida vai facilitar o acesso aos medicamentos”, disse o diretor da AFAL, Alfredo Fernandes Santos Júnior.

O secretário interino de Saúde, Edison Moreno Gil, reforçou que a ação não trará impactos aos pacientes, pois a gratuidade será mantida pelas farmácias populares. Ele também destacou a parceria entre poder público e empresas privadas. “É propósito deste governo estreitar a relação entre as entidades e empresas para melhorar os serviços à população. Com esta medida, os usuários terão acesso aos medicamentos de forma gratuita em mais pontos de dispensação, serão mais de 50 farmácias”, frisou Gil.

A população terá acesso aos medicamentos mediante apresentação de receita válida da rede pública ou particular (com data, assinatura e carimbo do médico), documento de identificação e CPF do paciente. “No caso das pessoas que não têm condições de se locomover devido alguma deficiência, ou pacientes acamados, será necessário apresentar uma procuração em nome de algum familiar. O documento deve ser registrado em cartório. É uma procuração simples que deve ser feita apenas uma vez. Esta medida começa a valer a partir de 1º de janeiro, mas enquanto tivermos estoque destes medicamentos eles serão fornecidos também nas unidades de saúde que hoje dispensam estes itens”, ressaltou a diretora de Assistência à Saúde, Camila Rezende Moreno.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3404-9842.

Medicamentos que serão distribuídos pelo programa “Aqui Tem Farmácia Popular”

- Captopril 25mg (comprimido)

- Losartana Potássica 50mg (comprimido)

- Dipropionato de Beclometasona 250cg (inalador)

- Glibenclamida 5mg (comprimido)

- Hidroclorotiazida 25mg (comprimido)

- Insulina NPH 100UI/ml (refil 3ml)

- Cloridrato de Metformina 500mg e 850mg (comprimido)

- Cloridrato de Propanolol 40mg (comprimido)

- Sulfato de Sabutamol 100mcg (inalador)