Livro retrata pioneirismo de Limeira no final do século 20

"Um Pouco da História de Limeira – Volume II” será lançado nesta sexta (30)


LIMEIRA
Por Bruno Bortolan
Quinta, 29 de junho de 2017 às 11:16
O pesquisador limeirense José Eduardo Heflinger Júnior lança nesta sexta-feira (30), às 20h, no Espaço Cultural Engep (Largo da Boa Morte, 118), o livro “Um Pouco da História de Limeira – Volume II”. O trabalho destaca o avanço industrial da cidade no início do século 20, quando foi chamada de “Manchester Brasileira”, com a produção de máquinas beneficiadoras de café pela empresa Machina São Paulo; produção de autopeças por empresas como a Freios Varga e a Rodas Fumagalli. O projeto foi patrocinado pela Cirúrgica Fernandes e pela Usina Santa Lúcia, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, do governo federal.

O livro também resgata o papel do limeirense João de Quadros Júnior, que inaugurou, em parceria com o campineiro Lupércio Teixeira de Camargo, o luxuoso Cine República. A iniciativa foi pioneira no sistema sonoro para filmes, e ajudou na implantação do cinema sonoro, em 1929, no Cine Paramount. O plantio e exportação de laranjas para a Europa pela família Dierberger também é retratado, tendo como ápice a Festa da Laranja de 1955 na cidade, que contou com a presença da miss Brasil Marta Rocha.

Alguns documentos e fotos de “Um Pouco da História de Limeira – Volume II”, entre mais de duzentos pesquisados, ganham a luz pública pela primeira vez e segundo o autor, são de “raridade imensurável”. É possível saber, com precisão, um como funcionava a educação, o sistema de saúde, o abastecimento de água e a rotina da cidade. “Conhecendo o passado é possível entender o presente e projetar o futuro”, diz o pesquisador, que já prepara mais um volume, com informações e imagens que chegam até o final do século XX.

PESQUISA

A publicação dá sequência a um extenso trabalho de pesquisa, que inclui levantamento histórico em todo o mundo e resgate de documentos e imagens raras da cidade de Limeira. “É mais um pedaço da minha pesquisa de mais de 30 anos, viajando por dezenas de países, resgatando documentos e imagens”, diz Heflinger Jr, que já escreveu mais de 20 livros sobre a imigração europeia e a história da região de Limeira, sempre com o apoio de empresas através da Lei Rouanet. “O que eu faço é contar a história real, com fatos comprovados; nada de lendas, nada de estórias da tradição oral ou invenções, como se costuma fazer”, diz ele.

O trabalho de Heflinger Jr. resultou para Limeira o título de “Berço da Imigração Europeia pelo Sistema de Parceria” e fez a cidade ganhar interesse de pesquisadores da Alemanha, Suíça, França, Itália, entre outras cidades da Europa. Os livros do pesquisador saem sempre em edição bilíngue português-inglês e alguns deles já foram traduzidos para o alemão.

Educadora AM

Programação Educadora