Temer assina 14 acordos em encontro com presidente da China

Compromissos de Michel Temer na China ocorreram durante a madrugada desta sexta (1°), no horário de Brasília


ECONOMIA
Por equipe
Sexta, 01 de setembro de 2017 às 09:55
Em seu segundo dia de visita oficial à China, Michel Temer foi recebido nesta sexta-feira (1º) pelo presidente do país asiático, Xi Jinping, no Grande Palácio do Povo, em Pequim. Em busca de investidores para o pacote de concessões do governo federal, o presidente brasileiro teve uma agenda intensa na capital chinesa.

Segundo a assessoria do Palácio do Planalto, Temer e o colega chinês assinaram 14 atos internacionais no encontro desta sexta (1°), dos quais uma parte é de acordos bilaterais entre os dois países e outra de acordos privados, que, de acordo com o governo brasileiro, devem gerar negócios e investimentos no Brasil. No total, o setor privado assinou oito atos.

Os compromissos de Temer na China ocorreram durante a madrugada desta sexta no horário de Brasília. A China tem fuso horário de 11 horas a mais em relação ao Brasil.

Veja alguns dos acordos fechados entre Brasil e China:

- Acordos para facilitação de vistos de turismo e de negócios entre os dois países
- Parceria para coprodução cinematográfica entre Brasil e China
- Memorando de entendimento sobre comércio eletrônico
- Licenciamento da Fase 2 da Usina de Belo Monte
- Memorando de entendimento entre a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Associação Chinesa de Futebol (CFA) sobre cooperação no esporte
- Acordo-quadro entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Sinosure para prestação de garantias a investidores chineses no Brasil
- Contrato de Financiamento da China Communication and Construction Company (CCCC) para Construção do Terminal de Uso Privado no Porto de São Luís

Caio Bortolan

Educadora Meio Dia