Economia brasileira recua 0,13% no 1º trimestre, indica Banco Central

Considerado a 'prévia do PIB', o IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses


ECONOMIA
Por equipe
Quarta, 16 de maio de 2018 às 12:16
A economia brasileira recuou no primeiro trimestre. É o que aponta o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), que registrou queda de 0,13% nos primeiros três meses deste ano na comparação com quarto trimestre de 2017 (outubro a dezembro). Conhecido como “prévia do BC para o PIB”, o IBC-Br serve como parâmetro para avaliar o ritmo da economia brasileira ao longo dos meses.

Na comparação com fevereiro, atividade econômica registrou recuo de 0,74%. O resultado de março ante fevereiro veio pior que a expectativa de analistas, que era de queda de 0,10%.

Em fevereiro, a prévia do PIB apresentou avanço de 0,09% na comparação com janeiro.

O IBC-Br incorpora informações sobre o nível de atividade na indústria, comércio, serviços e agropecuária, além do volume de impostos. É também uma das ferramentas usadas pelo BC para definir a taxa básica de juros (Selic) do país, e a instituição se reúne entre terça e quarta-feira desta semana para nova decisão sobre o assunto.

O PIB em si é medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), representa a soma de todas as riquezas produzidas e é o índice oficial de atividade do país. A expectativa dos analistas do mercado financeiro é de que o PIB cresça 2,51% neste ano, segundo dados do último Boletim Focus.

Informações: Portal Veja