Por ano, 15 milhões de meninas se casam antes dos 18 anos no mundo


COTIDIANO
Por Nani Camargo
Quinta, 06 de dezembro de 2018 às 17:36
A cada ano, 15 milhões de meninas se casam antes dos 18 anos em todo o mundo. Ao todo, já são mais de 700 milhões casadas precocemente e cerca de 142 milhões casarão nessas condições até o fim da década. Os dados constam do relatório "Casamento na infância e na adolescência: o impacto da educação e da legislação brasileira", do Banco Mundial, apresentado nesta quinta-feira (6/12) em evento realizado na sede do MPSP na capital paulista, com apoio da Plan International e do Instituto Promundo.

Para o coordenador do Centro de Apoio Operacional Cível do MP-SP (CAO Cível), Tiago Zarif, que esteve na cerimônia representando o procurador-geral de Justiça, Gianpaolo Smanio, é de fundamental importância o trabalho feito pelo Banco Mundial de esclarecer, informar e divulgar a questão de casamentos na infância e adolescência, já que muita gente ainda desconhece o assunto. "Fica aqui um alerta para que promotores e sociedade possam atuar perante este problema”, disse.

Segundo a promotora de Justiça Fabíola Sucasas, assessora do CAO Cível, dados colhidos pelas instituições envolvidas na elaboração do relatório apontam ainda que o Brasil ocupa a quarta posição mundial em números absolutos de mulheres casadas com menos de 18 anos, atrás de Índia, Bangladesh e Nigéria. A promotora citou o PLC 56 de 2018, que visa a proibir totalmente o casamento de crianças e adolescentes antes dos 18 anos.

Após a apresentação do relatório e de documentário da Plan International, foi promovido um debate envolvendo Renata Rivitti (promotora de Justiça do MPSP), Paula Tavares (Banco Mundial), Roberta Salomone (jornalista), Mohara Valle (Instituto Promundo) e Viviana Santiago (Plan International Brasil).

Fonte: Ministério Público de SP

Programa Ebenezer

Programa Ebenezer