Digite seu e-mail para que seja gerada uma nova senha.

Você receberá um e-mail com seus novos dados para acesso.
×
Esportes
Publicado em Quarta, 14 Janeiro 2015 11:57

Artigos

Marta fica em segundo no Prêmio Bola de Ouro
Brasileira também comentou sobre a preparação para Mundial e Olimpíada

Os melhores jogadores e técnicos de 2014 no futebol masculino e feminino foram conhecidos no início desta semana, na tradicional festa do Prêmio Bola de Ouro da FIFA e da revista France Football, realizada em Zurique, na Suíça.

A brasileira Marta chegou pela décima primeira vez entre as três finalistas e ficou com o segundo lugar na votação realizada entre os capitães e técnicos das seleções das 209 associações membro da entidade máxima do futebol, assim como jornalistas internacionais.

A brasileira que já recebeu o prêmio cinco vezes (de 2006 a 2010) teve 14,16% dos votos. A grande vencedora foi a meio-campista alemã Nadine Kessler, 26 anos, com 17,52% da preferência. A atleta do Wolfsburg (ALE), bicampeã da Liga dos Campeões, também foi eleita a jogadora europeia do ano. A norte-americana Abby Wambach, vencedora em 2012, teve 13,33% dos votos.

Dona de duas medalhas de prata olímpicas (2004 e 2008) e vice da Copa do Mundo em 2007, Marta destacou a preparação da seleção brasileira para o Mundial deste ano, que será disputado entre 06 de junho e 05 de julho no Canadá, e para os Jogos Rio 2016.

“O Brasil está se preparando para as duas competições. Vamos nos focar no Mundial para quem sabe a gente conquistar esse título tão sonhado e fazer uma belíssima Olimpíada. Temos duas medalhas de prata e queremos uma de ouro. Estamos com uma geração bem diferente, um projeto diferente e, da forma como estamos trabalhando, está sendo bem positivo”, afirmou durante entrevista antes da premiação.

Outros prêmios

Na votação entre os homens, o português Cristiano Ronaldo conquistou seu terceiro troféu – antes ele havia vencido em 2008 e 2013. O astro do Real Madrid, atual campeão da Copa dos Campeões da Europa, teve 37,66% dos votos e desbancou o argentino Lionel Messi (15,76%), que já conquistou o prêmio por quatro vezes, e o goleiro alemão Manuel Neur (15,72%), campeão da Copa do Mundo de 2014.

Comandante do arqueiro na conquista do Mundial no Brasil, o técnico da Alemanha Joachin Löw recebeu o prêmio de melhor treinador do ano, seguido por Carlo Anchelotti, do Real Madrid, e por Diego Simeone, do Atlético de Madri.

No futebol feminino, Ralf Kellermann, técnico do Wolfsburg, foi o grande vencedor, seguido pela treinadora das seleções sub-19 e sub-20 da Alemanha, Maren Meinert, e pelo técnico do Japão, Norio Sasaki.

Além dos prêmios individuais, foi divulgada a seleção ideal da temporada 2013/2014. A equipe foi escolhida por cerca de 20 mil jogadores profissionais filiados à Federação Internacional de Jogadores Profissionais (Fifpro).

No time, que tem formação 4-3-3, os brasileiros David Luiz e Thiago Silva, do Paris Saint-German, formam a dupla de zaga. Além dos dois atletas, completam a escalação:

 

Manuel Neuer (Bayern de Munique) - goleiro;

Philipp Lahm (Bayern de Munique) - lateral-direito;

Sergio Ramos (Real Madrid) - zagueiro que foi improvisado na lateral-esquerda;

Andrés Iniesta (Barcelona) - meio-campo;

Toni Kroos (Real Madrid) - meio-campo

Angel Dí Maria (Real Madrid) - meio-campo;

Cristiano Ronaldo (Real Madrid) - atacante;

Arjen Robben (Bayern de Munique) - atacante; e

Lionel Messi (Barcelona) - atacante.

 

Gol mais bonito

O gol mais bonito do ano aconteceu durante a Copa do Mundo do Brasil. O golaço de James Rodríguez, onde o colombiano dominou matando no peito, girou e bateu de canhota, de primeira, da entrada na área, na vitória de seu país em cima do Uruguai, nas oitavas de final do Mundial, foi escolhida como a "pintura" do ano.

(Portal Brasil)

Dpto. Comercial: (19) 2113.5000 | (19) 2113.5001 Depto. Financeiro: (19) 2113.5000 Depto. Artístico: (19) 2113.5000 | (19) 2113.5012